Cantinho da Saudade
Onde a Poesia Fala Mais Alto!
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
MOTETO PARA ADIAR A MORTE

A cultura que os humanos criam
É tão-só para ludibriar a morte!
Em sonhos se debatem, se copiam...
Uns no relento, outros têm a sorte
De ter a riqueza sempre ao norte
           Como consorte!
Suas culpas em ternuras sempre expiam!

Salvaterra, Pará, Brasil, 28 de fevereiro de 2012.

Composto por Leonel Vincenzo de Florença.

Moteto Anterior | Próximo Moteto
Jaime Adilton Marques de Araújo
Enviado por Jaime Adilton Marques de Araújo em 18/08/2020
Alterado em 18/08/2020
Comentários