Cantinho da Saudade
Onde a Poesia Fala Mais Alto!
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
DESEJO POÉTICO (MOTETO)

Quem me dera meu poema fosse escrito
Nas estrelas co' a pena da saudade!
Que meu verso percorresse o infinito
Declarando cheio de suavidade
Que o poeta é bardo de verdade
           E só bondade!
Quem dera ser este verso bendito!

Salvaterra, Pará, Brasil, 24 de outubro de 2012.

Composto por Leonel Vincenzo de Florença.

Moteto Anterior | Próximo Moteto
Jaime Adilton Marques de Araújo
Enviado por Jaime Adilton Marques de Araújo em 18/08/2020
Alterado em 18/08/2020
Comentários