Cantinho da Saudade
Onde a Poesia Fala Mais Alto!
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
BALADA DO AMOR LEMBRADO

De longe venho e as mãos vazias
Dos teus carinhos vãos de outrora
(Quando ao meu lado tu sorrias
E o teu sorriso era a aurora
Que amanhecia em minha vida
Cheia de encantos e resplendor)
Trago à saudade carcomida,
Só a lembrar do nosso amor!

Foram os meus mais belos dias
Os que por esta vida afora
Vivi contigo as alegrias
Repartindo-as sem mais demora
Mas de repente de vencida
A solidão em meu desfavor
Deixou-me em crise suicida
Só a lembrar do nosso amor!

Hoje andando pelas coxias
Pareço ouvir tua voz sonora
Dizendo que jamais irias
De minha vida triste embora...
Mas, eis que um dia, aborrecida
Dos meus poemas, do meu louvor,
Sem dó deixaste-me, querida,
Só a lembrar do nosso amor!

OFERTA

A ti, Princesa, uma acolhida
De deusa faço com primor
Nesta balada comovida
Só a lembrar do nosso amor!

Afuá, Pará, Brasil, 11 de março de 2016.

Composto por Jayme Lorenzini Garcia. 

Balada Anterior | Próxima Balada
 
Jaime Adilton Marques de Araújo
Enviado por Jaime Adilton Marques de Araújo em 15/06/2020
Alterado em 04/08/2020
Comentários