Cantinho da Saudade
Onde a Poesia Fala Mais Alto!
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
SÚPLICA À LUA NOVA

Lua Nova, deusa do espaço,
Ouve-me a prece nesta hora:
Dá-me teu  riso, teu abraço

Que eu preciso, num compasso,
Louvar-te o brilho, ó Senhora,
Lua Nova, deusa do espaço!

Quero estar ao teu regaço
E, feliz, pedir agora:
Dá-me teu  riso, teu abraço.

Preso estou pelo teu laço
Hoje, assim como outrora,
Lua Nova, deusa do espaço!

No poente vermelhaço
Pede o sol, lívido embora:
Dá-me teu  riso, teu abraço!

E se desfaz o dia lasso
À tarde vã que o devora,
Lua Nova, deusa do espaço!

Mal chega a noite o cansaço
Do horizonte então implora:
Dá-me teu  riso, teu abraço!

A tua à minha mão enlaço
E de pudor tua face cora:
Lua Nova, deusa do espaço,
Dá-me teu  riso, teu abraço!

Afuá, Pará, Brasil,15 de outubro de 2012.

Composto por Jayme Lorenzini Garcia.

Início | Próxima Vilanela
Jaime Adilton Marques de Araújo
Enviado por Jaime Adilton Marques de Araújo em 08/08/2020
Alterado em 08/08/2020
Comentários