Cantinho da Saudade
Onde a Poesia Fala Mais Alto!
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
A UMA FORMOSA DAMA

Galanteios de um poeta enlouquecido,
Endechas, epigramas e sonetos,
Indrisos, dez-de-queixo-caído,
Sextinas, sonatas, poemetos,
São poucos demais para expressar
A emoção de poder te entoar

Melodramas do meu cancioneiro
A dizer-te a beleza da flor
Riso farto, olhar mandingueiro,
Ilusão do gentil cantador
A recitar-te estes versos de amor:

Amante amiga, o teu menestrel
Lírios e dálias e rosas derrama
Melodias erguendo ao céu
Estrelas trazendo à tua cama
Improvisadamente, displicentemente
Desejada, rosa abrindo em botão,
Aldravia de terna canção...

Deusa asteca, formosa imperatriz!
Ao teu lado - eis um homem feliz!...

Corações sonham que se revele
O silêncio contido no olhar
Soletrando nas páginas da pele
Tua libido em intenso crepitar
Ancorando tua fúria em alto mar...

Melgaço, Pará, Brasil, 4 de dezembro de 2012.

Composto por Léo Frederico de Las Vegas.

◄ Acróstico Anterior | Início ►
Jaime Adilton Marques de Araújo
Enviado por Jaime Adilton Marques de Araújo em 10/06/2020
Alterado em 25/06/2020
Comentários